• compart-kids

Toda mãe precisa de uma rede de apoio para chamar de sua!

Seja no início da aventura da maternidade, esperando o primeiro filho ou mesmo quando se é mãe de crianças maiores ou de vários filhos, a gente precisa de um momento só nosso para apenas distrair e descansar! Eu tive três filhos em sete anos e muitas vezes parecia que eu estava correndo uma maratona e que estava sempre na lanterna, sem chegar à premiação. Aparentemente... Porque hoje, quando me lembro de meus filhos pequenos, eu sei que cada momento valia ouro em minhas mãos!


A tarefa de mãe pode ser comparada aos desafios enfrentados em uma competição. Quer um exemplo? Uma simples brincadeira de criança, como a corrida do saco, tem suas regrinhas. As crianças precisam estar atentas para ouvir o grito de partida da corrida. E a mãe na correria de todos os dias em casa? Precisa estar atenta ao que uma criança quer transmitir quando não sabe falar ou quando sente que algo não está bem com o filho.

Na corrida de saco é preciso ter disciplina, respeito com os coleguinhas e coordenação porque se tropeçar, perde a corrida!

Em casa também, disciplina e respeito são coisas que uma mãe precisa para coordenar horários, refeições, trabalho, cuidado próprio e tempo com a família. Por que se tropeçarmos em alguma coisa, a gente cai na culpa! Não é verdade?

Para muitas mulheres a maior aventura foi... Ser mãe! Aventura diária! E não só com seus filhos. Ser mãe também é uma aventura no crescimento pessoal num papel tão importante. E esta aventura exige constantemente que sejamos ousadas e dispostas a correr riscos, amar aqueles que estão conosco no jogo da vida e ter equilíbrio, discernimento e moderação tudo isso ao mesmo tempo para descobrir o que funciona em nossa casa e quais não dão resultado... E muitas vezes o inesperado acontece, mudando nossos caminhos.

A maioria das mães já se perguntou um dia:

- Como faço para decidir o que é certo... se eu realmente não sei o que fazer?

- Será que devo confiar na minha intuição?

- Com tanta informação disponível, como faço para discernir o que é melhor?

- Quais valores são mais importantes para a minha família?

Às vezes seguimos as instruções de especialistas, outras vezes seguimos o conselho de alguém. Tentamos adaptar as regras do jogo decidindo o que se encaixa melhor ao nosso estilo e à nossa família.


Já se sentiu assim? Eu já, muitas vezes, segui conselhos e depois me perguntei onde estava com a cabeça quando tomei uma certa decisão. É por isso que mais do que qualquer outra pessoa no universo uma mãe precisa de bons relacionamentos e uma rede de apoio. Então, as minhas dicas de mãe para mãe de hoje são essas:

Reserve um tempo para si mesma.

- Cuide de sua saúde física, emocional e espiritual. A sua família terá um ritmo saudável se sua vida como um todo estiver em equilíbrio.

Mas como posso cuidar de mim mesma?

Para a sua sanidade: Cultive relacionamentos saudáveis. Com seu marido, seu ex-marido, seus parentes e parentes do pai do seu filho.

Para distrair-se ou aprimorar seus talentos: Tenha um hobby. Desfrute de um tempo dedicado a si mesma. Tome um banho demorado, vá na manicure, faça um corte mais atual.

- Invista em uma rede de apoio. Mães formam um sistema de apoio entre si que é vital para a saúde emocional da família. Filhos têm suas necessidades de carinho, cuidado e eles têm muita energia. A pilha deles não acaba nunca! Tudo isso exige muito da gente para corresponder à demanda!

Encontre um grupo de mães de confiança, que tenha uma estrutura de apoio para você e seu filho e junte-se a ele! Dê o primeiro passo! Essa é boa maneira de descobrir o que as outras mães estão fazendo, o que dá certo em outras casas e você pode contribuir com o grupo e também aprender com outras mães. Agora, se você perceber que o grupo está ali para falar da mal do marido ou do ex, da sogra, da vida alheia... agradeça o cafézinho e caia fora!


Procure um grupo de mães para se reunir. Um grupo que possa edificar sua vida e fazer você crescer, para você ouvir e ser ouvida. Trocar experiências e conseguir descobrir quais serão os próximos passos com seus filhos.


Alguns grupos reúnem-se em casa, outros oferecem apoio online com ideias práticas para você. No Brasil todo, e em 71 países, existem grupos de apoio, ligados ao MOPS Internacional, esses eu conheço e aprovo. Grupos com apoio online e presencial. Uma pesquisa online em mopsbr.com.br vai levar você a esses grupos e também por meio do direct do Instagram em @mopsbrasil.


A beleza de fazer parte de um grupo de mães que tenham propósitos de apoio está em saber que você não precisa se esforçar para mostrar um estilo de vida que não tem, nem concordar com as opiniões das outras mães que não batem com as suas para ficar bem, mas está em saber que nós precisamos umas das outras!


Contar com alguém confiável na tarefa de mãe nos ajuda a viver plenamente a maternidade de maneira mais eficaz e alegre. Nada melhor do que fazer algo que você ama e poder fazer em contentamento!

Encontre uma amiga que possa chamar de sua! Invista numa amizade esse ano! Dedique tempo, chame para um café, leve um bolo (mesmo que de padaria) para alguém, e seja presente na vida dela. Claro com moderação, não estou falando para você invadir a vida de ninguém. Seja suave.


Se você ainda não tem uma mãe amiga que possa confiar e se abrir, eu espero que esse texto faça pelo menos uma parte do que uma amiga de verdade pode fazer, incentivando você a encontrar uma amiga!


Nós aqui trazemos um ponto de vista para ajudar você a descobrir o estilo que cada uma tem para ser a mãe que Deus a destinou para ser, amando e nutrindo seus filhos para que tenham um crescimento saudável física e emocionalmente. Mas nós queremos muito que você tenha uma amiga para tomar café e chamar de “minha grande amiga”.

Todas nós podemos crescer como mães e florescer em alguma área! Se você está de licença-maternidade, não se desespere. Esse tempo foi feito para a adaptação sua com a criança. À medida que o tempo passa você poderá dedicar-se a investir numa amizade. Você não vai se arrepender, mas tem que dar o primeiro passo! Você não está só!




Cristina Cardoso é mãe de três meninos. Já foi secretária executiva, tradutora de informática, especialista em TI e hoje ela dedica seu tempo à gestão de líderes do ministério MOPS International no mundo todo, treinando mães para se reunirem em mais de 70 países em suas comunidades para rir, chorar e abraçar o caminho da maternidade, se sentirem mais equipadas para descobrirem sua verdadeira identidade. Para informações no Brasil: www.mopsbr.com.br e no exterior www.mops.org.

Posts Em Destaque